Notícia quinta-feira,
20 de abril de 2017
11h51
Futebol Marquinhos Santos lamenta eliminação e mira planejamento para Série C
Treinador do Leão aponta acesso de divisão nacional como principal objetivo na temporada

Após o empate em 1 a 1 com o Ferroviário, na última quarta-feira, na Arena Castelão, pela semifinal do Campeonato Cearense Série A, o técnico do Fortaleza, Marquinhos Santos, lamentou a eliminação da competição, mas afirmou que o momento exige serenidade para iniciar a preparação para a disputa do Campeonato Brasileiro Série C.

Em busca da vitória, o Tricolor dominou o terceiro Clássico das Cores pela semifinal do Estadual e criou boas chances, principalmente no segundo tempo, quando ficou com um jogador a mais, mas não conseguiu balançar as redes adversárias.

- Teve volume, teve N oportunidades. Pelos números que me apresentaram, no segundo tempo foram 11 finalizações pró e duas contra. Faltou competência e tranquilidade para que se pudesse concluir a última bola em gol. Acredito que o time apresentou uma melhora e evolução desde o meu primeiro jogo. É um time que propõe o jogo, mas, infelizmente, não foi o tempo necessário para se corrigir todo o erro que teve desde o começo - disse o treinador, em entrevista coletiva.



O comandante tricolor frisa que, a partir de agora, o único foco do Leão deve ser a Série C e diz que mudanças serão necessárias para o clube conseguir o acesso de divisão.

- A eliminação não foi hoje (quarta-feira). Desde a reapresentação para a pré-temporada, no dia 14 de dezembro, o clube não teve um bom começo de temporada e está pagando o preço pelo início. Todos nós temos uma parcela. Agora é hora de fazer a avaliação com cabeça fria e reorganizar toda a estrutura do clube para que se possa entrar firme na Série C e alcançar o principal objetivo, que é o acesso para a Série B.

Marquinhos Santos diz que a saída precoce do Estadual deve servir de lição para a sequência da temporada e assegura que não há culpados, mas que todos são responsáveis pelos resultados.

- O ano tem que recomeçar agora. Não dá para colocar uma pedra em cima e apagar tudo. Vale para avaliação de todos nós. Não há culpados, mas todos têm sua parcela de responsabilidade. Não tive a competência de reorganizar a equipe para que pudesse alcançar essa classificação. Eu tenho minha parcela, os jogadores, a diretoria e a presidência também têm, assim como também passou por aqui - ponderou.

A estreia do Fortaleza no Campeonato Brasileiro será diante do Remo, no dia 14 de maio, no estádio Mangueirão, em Belém. O treinador aponta o acesso como objetivo principal.

- Agora, a única maneira de resgatar tudo isso é com o acesso. Não pode ser diferente. Nós só teremos um ano vitorioso e um calendário com receita tendo o acesso. Caso não ocorra o acesso, será um ano perdido. Agora é juntar os cacos de todos os erros, analisar e reorganizar para que, com unhas e dentes, nós possamos, inevitavelmente, alcançar o acesso este ano - falou o comandante tricolor.




Notícias Populares
18/10/2017 13:27
17/10/2017 19:24
17/10/2017 12:39
MRV Cimento Apodi Embracon ProTork Unimed Fortaleza
Governo do Estado Futebol Melhor